Transparência: uma atitude que muda tudo

Previous
Next

Transparência está no nosso DNA e é o ponto central do propósito da BDO. Por isso, apoiamos há tanto tempo o Troféu Transparência da ANEFAC. Mais do que nunca, este atributo é essencial para garantir o desenvolvimento das empresas. Nenhuma companhia consegue, hoje, trabalhar, sem dar a devida importância a este tema.

Neste sentido, o Troféu Transparência ANEFAC, que completou 25 anos, tornou-se uma ferramenta para ampliar e melhorar as relações e negócios no país. “É imprescindível que as empresas tenham hoje um controle rigoroso e um compliance muito bem aplicado e que, com isso, consigam se comunicar com transparência e eficiência ao mercado”, diz o CEO e chairman da BDO Brasil, Raul Corrêa da Silva.

Corrêa prossegue ressaltando que o fato de uma entidade com a credibilidade da ANEFAC prover um reconhecimento como este é um incentivo às companhias para que elas busquem maior transparência em suas demonstrações financeiras. “Prezar por transparência faz parte da nossa profissão. Por isso, fazemos questão de sermos parceiros de uma iniciativa tão nobre quanto esta”, complementa.

Reconhecer boas práticas, aliás, é essencial no mercado. Acreditamos fortemente que isso ajuda a elevar o nível dos negócios como um todo, uma vez que empresas que contam com esta chancela se tornam referência. Com isso, o Troféu Transparência se torna objeto de desejo das empresas que querem continuar se destacando e crescendo. E as ganhadoras, passam a servir de inspiração para o mercado.

Credibilidade

Existem muitos prêmios, mas uma entidade como a ANEFAC, com mais de 50 anos de história, provê ao Troféu Transparência uma credibilidade no mercado. Hoje, além de referência, ele é uma ferramenta para reconhecer as companhias e funciona como um aval para quem se preocupa com a transparência de suas demonstrações financeiras.

O processo de escolha das ganhadoras nos deixa muito tranquilos. Tudo muito transparente e feito de forma técnica, com uma análise criteriosa dos alunos da FEA/USP. Transparência gera credibilidade e confiança, por isso nos orgulha muito esta parceria com a ANEFAC. “Apoiar iniciativas como o Troféu Transparência é algo que está muito alinhado com o nosso propósito e com os nossos valores”, destaca. “Não temos dúvidas de que iniciativas como esta ajudam a transformar o mercado”, completa.

Por mais transparência

Para Raul Corrêa da Silva, o nível de transparência das empresas tem crescido muito, fruto de um entendimento da necessidade de ter informações e mensagens claras sendo comunicados a todos os seus stakeholders. Para ele, as exigências de adequação a padrões internacionais de contabilidade ajudaram a acelerar este processo. Por isso, ser transparente hoje é também um diferencial competitivo.

No entanto, ainda é possível ampliar essa busca por transparência. Isso porque ele acredita que não apenas as grandes empresas ou companhias abertas precisam investir para terem demonstrações financeiras adequadas, mas as pequenas e médias podem utilizar este atributo para ampliar a competitividade e gerar mais negócios.

Ele reitera que a média de auditores e contadores por habitante no Brasil é, ainda, inferior a países mais desenvolvidos, como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, por exemplo. Motivo pelo qual, há um caminho longo a ser percorrido e, por outro lado, espaço para crescimento.

As demonstrações financeiras dos últimos períodos trouxeram desafios adicionais. A pandemia de Covid-19 gerou uma série de restrições e adicionou muito mais tecnologia aos processos. Por este motivo, o troféu se torna ainda mais valioso para quem recebe a partir de agora.

Empresas e países mais transparentes ampliam a sua segurança jurídica, consequentemente atraem mais investidores e geram mais negócios. Não temos dúvidas de que a auditoria independente, a contabilidade e mecanismos que ampliem a transparência serão cada vez mais demandados. Afinal, transparência é uma atitude que muda tudo!

Previous
Next