Governança do Grupo Fleury combina a excelência do core business com a fidelidade aos princípios de ESG

Previous
Next

Referência em saúde no País, companhia foi por quatro vezes reconhecida pelo Troféu Transparência – Prêmio ANEFAC-FIPECAFI na categoria Receita Líquida até R$ 8 bilhões e é a única premiada do setor

O Grupo Fleury é uma das principais referências em saúde, e a resolutividade de seus serviços é reconhecida diariamente pela comunidade médica e seus pacientes. Esta mesma inquietude pela qualidade nos negócios faz parte da rotina das áreas corporativas e estende-se à sustentabilidade, uma vez que um dos maiores desafios de empresas com ambição ESG é integrar ações ambientais, sociais e de governança à sua estratégia competitiva.

Equilibrar essa equação entre meio ambiente, governança e o social é uma preocupação residente na companhia há pelo menos 20 anos. E embora ainda haja muito por fazer, sua administração deu um passo muito importante nessa direção em julho de 2021, quando concretizou a primeira emissão de debêntures atrelada a metas ESG. Além de captar 1 bilhão de reais, volume que vai ajudar a impulsionar o seu crescimento, a empresa foi pioneira nesse tipo de emissão de dívida no setor de saúde – e a primeira companhia no Brasil a estabelecer indicadores sociais entre os compromissos firmados numa emissão SLB (Sustainability Linked Bonds).

Caso as metas não sejam cumpridas, a companhia pagará um prêmio aos investidores. O objetivo mais inovador está relacionado à democratização da saúde, onde vai impactar 1 milhão de clientes das classes C, D e E na plataforma Saúde iD até 2026. Trata-se de uma ambição intrinsecamente ligada tanto à expansão do próprio negócio quanto ao seu propósito de levar saúde de qualidade a um número cada vez maior de brasileiros de todas as classes sociais – apenas 25% da população brasileira têm acesso a planos de saúde. A segunda meta tem caráter ambiental: reduzir em 14% a geração de resíduos biológicos até 2023, e em 20,5% até 2025 (sempre na comparação com 2019).

Vale lembrar que o Grupo Fleury é uma das poucas empresas brasileiras a atrelar metas ESG à remuneração variável de executivos. Esse esforço contínuo também foi reconhecido internacionalmente ao se tornar a única companhia do setor de saúde das Américas a integrar o índice Dow Jones Sustainability Index (DJSI), na carteira de mercados emergentes, da qual participa pelo segundo ano consecutivo. Além disso, o Grupo Fleury foi selecionado pelo nono ano consecutivo para o ISE (índice de Sustentabilidade Empresarial), que em 2021 revisou a sua metodologia de avaliação; nesse mesmo ano, pela segunda vez consecutiva a empresa  integrou a carteira do índice ICO2 (Carbono Eficiente), ambos da B3.

Objetividade

A precisão na medicina que alavancou a bem-sucedida trajetória da companhia e seu compromisso com os pilares de ESG também norteiam a Governanca Corporativa e Compliance. Essas duas virtudes da gestão transparecem na espartana prestação de contas aos stakeholders, que se caracteriza pela objetividade. A clareza das demonstrações financeiras chama a atenção dos profissionais do mercado, conforme observa o diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores do Grupo Fleury, José Antonio Filippo. “Nos 25 anos do Troféu Transparência, a companhia foi laureada com a distinção em quatro edições, sendo a única do setor de saúde a obter tal reconhecimento”, destaca o executivo, que ingressou na empresa em 2021

Comitê de ESG

A Política de Sustentabilidade do Grupo Fleury estabelece premissas e governança para a gestão da sustentabilidade no negócio, fornecendo diretrizes que impulsionam o tema em todos os níveis da organização, garantindo que esteja presente na cultura da companhia e seja considerada nos processos decisórios. Dessa maneira, o documento proporciona o alinhamento entre o foco estratégico e o compromisso permanente com o tema, além de definir o comprometimento e a prestação de contas à sociedade, dando sustentação a nossa visão de sustentabilidade empresarial.

Desde a década de 1990, a companhia busca conciliar a preocupação com a geração de valor e os resultados financeiros. Ao longo dos anos, o Grupo Fleury avançou com consistência em todas as frentes, integrando os princípios ESG em nossa estratégia porque sua administração acredita que essa nova forma de fazer negócios é a única capaz de reforçar as relações de confiança que temos com clientes, colaboradores, médicos, acionistas e comunidade.

O Grupo Fleury é comprometido em manter altos padrões de governança corporativa, baseada em princípios que privilegiam a transparência e o respeito aos acionistas. Para isso incorpora na sua estrutura de gestão e reporte as melhores práticas observadas no mercado, entre elas a presença de 30% de conselheiros independentes na composição do seu Conselho de Administração, estruturação de comitês para assessoramento do Conselho de Administração e sistema de controles internos, além de publicação de relatórios anuais de sustentabilidade de acordo com as diretrizes do Global Reporting Initiative (GRI) e Relato Integrado, e com auditoria externa.

Em 2021, a empresa foi além do protocolo anunciou a criação do Comitê ESG do Conselho de Administração. A instância é formada por Marcio Mendes, presidente do Conselho de Administração, Glaucimar Peticov, diretora executiva do Bradesco, Cristiane Correa, jornalista e consultora, e Jéssica Silva Rios.

O objetivo da iniciativa é reforçar a atenção permanente aos princípios ESG na evolução dos negócios e acentuar as discussões sobre o tema dentro das grandes linhas estratégicas de longo prazo, que contribuirão para a perenidade da organização e para o ambiente que influencia.

O reforço na estrutura de governança corporativa do Conselho de Administração do Grupo Fleury é mais uma evidência de que toda a empresa está mobilizada para o crescimento sustentável, amparado pela fortaleza da sua credibilidade, capacidade de inovação e excelência, e também agregando novos elos em sua plataforma de negócios, para se consolidar como uma solução de cuidado integrado preferencial no país. Tudo isso, claro, cercado de boas práticas de gestão como têm demonstrado os quatro troféus da ANEFAC já conquistados – e muito comemorados – pela empresa.  

Previous
Next